ShowList Banner

Lista de Banner

  • Web - World Wide Web

    A World Wide Web (que em português significa, "Rede de alcance mundial", também conhecida como Web e WWW) é um sistema de documentos em hipermídia que são interligados e executados na Internet.

    http://www.naninho.blog.br/web.html

  • Saúde

    Saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não apenas a ausência de doenças (OMS - Organização Mundial da Saúde).

    http://www.naninho.blog.br/saude.html

  • Hemodiálise

    A hemodiálise é um tratamento que consite na remoção do líquido e substâncias tóxicas do sangue com um rim artificial.

    http://www.naninho.blog.br/saude/hemodialise.html

  • Transplantes

    Chama-se transplantação, ou simplesmente transplante, o ato de colher um órgão ou tecido, ou parte deles, de um indivíduo (doador) e implantá-lo(s) em outro indivíduo (receptor) (ou, no caso de tecidos, no próprio doador).

    http://www.naninho.blog.br/saude/transplantes.html

HomeTag
educação coletiva
hemodialise

A hemodiálise é um tratamento que consiste na remoção do líquido e substâncias tóxicas do sangue como se fosse um rim artificial. É o processo de filtragem e depuração de substâncias indesejáveis do sangue como a creatinina e a uréia. A hemodiálise é uma terapia de substituição renal realizada em pacientes portadores de insuficiência renal crônica ou aguda, já que nesses casos o organismo não consegue eliminar tais substâncias devido à falência dos mecanismos excretores renais.

Cientistas desenvolvem tratamento 'verde' para hemodiálise na Austrália

 

Energia solar barateia uso de equipamentos para limpeza do sangue. No mundo, 2 milhões de pessoas utilizam "rins artificiais".

Três cientistas desenvolveram um programa de hemodiálise na Austrália que utiliza energia solar como opção ecológica e mais barata para fazer funcionar as máquinas que retiram artificialmente impurezas do sangue de pacientes. O trabalho foi divulgado pela Sociedade Americana de Nefrologia e será divulgado em uma revista médica da instituição em 19 de janeiro de 2012.

Leia mais...  

Mais de 73 milhões de reais para ampliar hemodiálise no SUS

 

Recursos destinados pelo Ministério da Saúde também vão melhorar a qualidade da assistência aos usuários da rede pública na área de nefrologia.

O Ministério da Saúde destinou mais de R$ 73,3 milhões para que 26 estados aprimorem os serviços de hemodiálise oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O incremento nos recursos destinados a estas secretarias estaduais de saúde (veja, mais abaixo, a relação de localidades beneficiadas) deverá ampliar a assistência aos usuários do SUS neste setor.

Leia mais...  

O que é hemodiálise?

 

A hemodiálise é uma terapia que elimina o excesso de líquidos e substâncias tóxicas do sangue com um rim artificial, substituindo assim as funções renais. Os rins são os únicos órgãos nobres que podem ser substituídos, ainda que não por completo, por uma máquina.

 

Muitos pacientes ficam apavorados quando se falam que serão submetidos à hemodiálise. Esse medo ocorre muitas vezes por falta de informação sobre o tratamento. Mas a hemodiálise tem que ser encarada como uma oportunidade de vida, de continuar forte para buscar a felicidade, pois a poucas décadas atrás a doença renal era fatal.

 

A hemodiálise é um dos maiores avanços da medicina. Desde a sua invenção pelo Professor Willem Johan Kolff (1911-2009) em 1941, milhares de pessoas em todo o mundo se matem ou se mantiveram vivos graças a essa terapia.

 

Leia mais...  

O inventor da hemodiálise

 

Willem Johan Kolff
Prof. Willem J. Kolff (ao centro)
manuseando um dos primeiros modelos
de máquinas de hemodiálise

Willem Johan Kolff (14/02/1911 – 11/02/2009) médico holandês, naturalizado estadunidense, considerado o "pai dos órgãos artificiais". Inventou a máquina de hemodiálise (rim artificial) em 1941 e tratou o primeiro paciente em 1943. Kolff era um jovem médico em Groningen na Holanda antes da segunda guerra mundial quando viu um jovem de 22 anos morrer de insuficiência renal. Então ele pensou: "se lhe conseguisse remover 20g de uréia diariamente, ele poderia ter sobrevivido".


Então ele idealizou uma máquina que utilizava cerca de quarenta metros de tubos de membrana de acetato de celulose enrolada num tambor rotatório, o qual mantinha-se mergulhado em uma bacia contendo a solução de diálise. Uma bureta coletava o sangue do paciente (não havia bomba de sangue), e pela ação da gravidade o impulsionava através da membrana dialisadora. O sangue, depois de purificado, retornava ao corpo do paciente. (TUOTO, 2006).

Leia mais...  

O primeiro transplante renal

 

Antes de falar do primeiro transplante renal é imprescindível falar de um dos médicos coordenadores do fato histórico, o médico e escritor francês de origem judaica e considerado o fundador da moderna nefrologia Jean Hamburger (1909-1992). (TUOTO, 2009).

Jean introduziu o termo "nefrologia" no I Congresso Internacional de Nefrologia em Evian/Genebra, em 1960. Realizou grande parte de suas pesquisa como chefe do departamento de nefrologia que criou em 1952 no Hospital Necker em Paris. (TUOTO, 2009).

Coordenou a criação de uma das duas primeiras máquinas de hemodiálise do mundo, na década de 1940. A primeira máquina de hemodiálise da França foi colocada em atividade em 1955. A máquina de hemodiálise pioneira do mundo foi criada pelo holandês naturalizado norte-americano Willem J. Kolff (1911-2009) em 1941, na Holanda. (TUOTO, 2009).

Leia mais...  

Depoimento de Rogério Ramos - Meu transplante não funcionou

 

Oito anos dependendo três vezes por semana durante 4 horas da máquina de hemodiálise com várias internações causadas pela insuficiência renal crônica, chegou a minha vez em 09 de Dezembro de 2010.

Duas horas da manhã o Hospital do Rim de São Paulo me ligou dizendo que tinham um rim para mim! Liguei para um amigo que mais feliz do que eu foi correndo me levar. Onze horas da manhã, fui para a cirurgia, recebi anestesia geral e quando acordei à noite já estava transplantado!

Dava risada sozinho e agradecendo e dizendo:

- Obrigado meu Deus, estou livre da máquina!

Leia mais...  
Google